O GPL

Histórico

Em meados do século XIX havia em Pernambuco um grande número de portugueses que não possuíam um local adequado para reuniões, encontros e congraçamento onde pudessem também cultuar a pátria e comemorar datas importantes para o seu país.

O Comendador Miguel José Alves, que na época era Chanceler do Consulado de Portugal no Estado, foi o primeiro a pensar na possibilidade de fundar um Gabinete Português de Leitura. “Para unir os portugueses residentes em Pernambuco, fomentando a sua unidade moral e congregando-os no culto à pátria Portuguesa e amor ao Brasil.” (AREIAS; NOGUEIRA, 200, Pag.28) Coube, no entanto, ao cirurgião jornalista João Vicente Martins a honra de fundar o Gabinete Português de Leitura de Pernambuco no dia 3 de novembro de 1850, em sessão solene no Teatro Apollo constituindo a primeira diretoria e reunindo os primeiros associados. Em 15 de agosto de 1851 viabilizou a instalação da primeira série na rua da cadeia velha, atual Marquês de Olinda. Dali passou para outro prédio, hoje já demolido, onde atualmente se ergue a Secretaria da Fazenda do Estado. Só em 1920 com conclusão em 1921 o GPL-PE foi instalado na sede atual a rua do Imperador Dom Pedro II, nº 290.

Mais sobre o GPL

O Gabinete Português de leitura é uma instituição cultural sem fins lucrativos, não recebe subsídios oficiais quer de brasileiros quer de portugueses e se mantém graças a doações de beneméritos do passado e das cotas pagas pelos sócios da entidade.

Sua biblioteca, que é, sem dúvida, uma das mais importantes bibliotecas do Recife foi crescendo ao longo dos anos e hoje possui um acervo de referência contando com cerca de 70.000 livros das áreas de literatura, história e assuntos gerais, onde encontram-se obras raras do século XVII, XVIII, XIX e também do século XX e contemporâneos, pois a biblioteca vai sendo atualizada. Recentemente passou por reformas e hoje a sala de consultas é climatizada e conta com Wi-Fi e um computador. Atualmente, possui cerca de 31.698 títulos que vão sendo atualizados constantemente e que podem ser consultados pelos usuários em nosso catálogo online. Além de demais livros ainda em processo de organização e catalogação. Para solicitar a obra para consulta basta enviar um e-mail para biblioteca, informando: assunto, autor, ano etc.

Quem somos

Um pouco sobre o GPL/PE Instituição portuguesa no coração do Recife.

O GPL-PE é também uma casa de cultura e possui uma sala de exposições com peças originais expostas das primeiras travessias do Atlântico Sul, fotografias dos aviadores, peças iconográficas, um auditório para 150 pessoas que funciona também como sala de cinema e um Salão Nobre. Em nossas dependências nas datas importantes para comunidade portuguesa, a instituição promove solenidades e comemorações. Ao longo dos anos são realizadas exposições de pintura de fotografias e cartazes alusivos ao mundo lusófono. Ainda na sala de exposições, acontecem lançamentos de livros de autores locais e de todo Brasil. No auditório ocorrem seminários e encontros literários, conferências e recitais de poesia, além de serem organizadas mostras de cinema português.

As solenidades anuais que acontecem em nosso Salão Nobre, apenas para Sócios, Diretores e convidados são: Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas e Comemoração do aniversário GPL-PE, onde ocorrem condecorações, homenagens e propagação da sua cultura, com músicas, dança dentre outros. Os visitantes que vêm conhecer as dependências do gabinete passeiam no tempo e na cultura lusitana. É a instituição portuguesa mais antiga de Pernambuco e foi em nossas dependências que após uma epidemia de cólera, a fim de cuidar dos patrícios os portugueses, deram início as reuniões, para a fundação em 1855 do RHP (Real Hospital Português), hoje um dos hospitais de referência no estado.

Uma das obras mais importantes que se encontra em nossas dependências é um manuscrito de Eça de Queiroz. A família de Eça doou um manuscrito do livro “Cidade e as Serras” no dia 3 de Novembro de 1951. Todo acervo é de suma importância para o Gabinete, porém, algumas outras obras se ressaltam tais como: Flora Brasiliense, de Eclesiástica Potestade; História Eclesiástica del Fcifma Del Reyno de Inglaterra, por El Padre Pedro de Ribaneyra de la Compania de /lefus, dirigido al Principe de España Don Felipe Nueftro Fenor -Lisboa, 1588, dentre outras.

Referências:

1. AREIAS, Laura; NOGUEIRA, Lucila. Monografia do Gabinete Português de Leitura: Comemoração do Sesquicentenário 1850 – 2000. Recife: GPL/recife, 2000. 190p.
2. Texto retirado do folheto informativo do GPL-PE. Com  complementação da Bibliotecária Julyanne Barbosa.
3. Correções por Gabriela Valente Diretora de comunicação.